Embarque para Morden

Tivemos nossas passagen compradas pela Air Canada saindo de São Paulo. Mas como moramos em Natal então todo o trajeto foi:

Natal – São Paulo ( Tam)

São Paulo – Toronto ( Air Canada)

Toronto – Winnipeg ( Air Canada )

Winnipeg – Toronto ( Air Canada)

Toronto – São Paulo ( Air Canada )

São Paulo – Natal ( Tam)

Recebemos o local que iríamos ficar 1 semana antes e foi uma grata surpresa. Linda, uma senhora muito gentil e educada, que morava no andar térreo da casa nos escreveu contando os detalhes. Falou até onde deixaria as chaves, caso chegássemos em um momento em que ela não estivesse.

Seria o basement de uma casa muito bonita e bem localizada. Ela fica na rua principal do centro histórico de Morden, a Stephen Street. Depois escreverei falando apenas desse basement.

Linda nos pediu para que avisássemos por email quando chegássemos em Winnipeg. Mantive contato com ela por email durante todo nosso trajeto, desde Toronto até Winnipeg.

Casa onde ficava nosso Basement

Juntamos todos os documentos em uma pasta só. Eram as traduções e originais mais a carta convite de Morden. Levamos em nossa bagagem de mão pois não queria arriscar perder tudo, caso nossas malas fossem extraviadas. Eu MORRERIA!!!

Air Canada

Foi nossa primeira vez voando Air Canada e ficamos bem satisfeitas. Aeronave super nova, com telas individuais nos assentos oferencendo conteúdo vasto de filmes, games, seriados e músicas para amenizar a ansiedade, durante 10hs e 15 minutos até Toronto.

Serviço de bordo também teve uma boa qualidade, com o menu do jantar e café de manhã podendo ser consultado anteriormente na sua telinha do assento. Praticidade!

Quem disse que conseguimos dormir? Estávamos tão ansiosas que deu para assistir filme, jogar, ler as revistas, jornal… Passava um filme em nossas mentes de desde quando nossas pesquisas sobre o Canadá começaram. Em meio a tantas opções que não encaixava com nosso perfil, finalmente algo estava dando certo para nós! Como seria a Shelly? Será que Morden nos encantaria? Eram tantas indagações com uma mistura de felicidade e medo.

Só tínhamos a certeza de que se estávamos ali, foi porque Deus assim quis. Confiamos nossa visita exploratória, mais uma vez, em Suas mãos.

Imigração em Toronto

Chegamos em Toronto às 05:30 da manhã. Tivemos que pegar nossas malas e despachar novamente para Winnipeg. Mas antes disso teve a imigração. Quando a agente nos perguntou o que fomos fazer no Canadá respondi que fomos convidadas pela cidade de Morden a fazer uma visita exploratória. Era parte do processo de seleção de candidatos para imigrar por Manitoba.

A agente olhou pra mim e perguntou “Mas por que uma cidade tão pequena?” Apenas respondi “Qualidade de vida.”  Depois disso, ela nos mandou para uma segunda sala onde tinha mais outra fila. Seria uma triagem mais aprofundada dos nossos motivos no Canadá.

Mais uma vez outra mulher que nos atendeu e perguntou: o que iríamos fazer, quantos dias no Canadá, quanto de dinheiro estávamos portando no momento, perguntou o que eu fazia no Brasil e o que Gaby era minha. Como tínhamos todos os documentos na bagagem de mão, foi fácil mostrar carta convite de Morden, recibo de reserva de carro etc.

Confesso que estávamos tensas ali. Mas como tínhamos todos os documentos comprovando e nada era invenção nossa, ficamos seguras de que seria apenas procedimento deles. Durou uns 5 minutos e nos liberaram. UFA!

A parte toda da imigração nos tomou cerca de quase 1 hora.

Vôo para Winnipeg

Horário do vôo: 08:15 am  Chegada em Winnipeg: 09:48am

Pegamos nossas malas e tivemos apenas que recolocá-las em uma outra esteira que se destinava para vôos de conexão. Não lembro bem o nome agora. Mas foi super rápido e simples. Eu parei várias vezes para perguntar direções no aeroporto. Portanto, não tenha medo quando chegar a sua vez. Meta a boca no trombone e pergunte!

Vôo tranquilo com direito a wifi grátis durante o trajeto. A Air Canada oferece esse serviço apenas para vôos domésticos. Coração estava a mil por hora! Estava chegando a hora de conhecer MORDEN.

Eu =P

Gaby =)

Nossa malas chegaram intactas e nós, varadas de fome já que não foi servido nada além de uns mini pretzels nesse vôo. Portanto, antes mesmo de botar o pé para fora do aeroporto, tivemos nossa primeira experiência com o Tim Hortons.

Pedimos uma caixa com 6 donuts, 1 café, 1 chocolate quente, 1 sanduichinho. Com taxas não chegou a 13 cad. Achei muito barato! Enquanto comíamos estávamos nos dando conta de que nosso sonho começava ali, naquele momento. Mandei email para Linda, informando sobre nossa chegada. Ela respondeu prontamente dizendo que estaria em sua varanda nos esperando!

O chip da EasySim4U funcionou? Perfeitamente, desde o momento que chegamos em Toronto.

Pegamos o carro…

A locadora de carro que tínhamos reservado possui uma unidade no próprio aeroporto, o que nos facilitou e muito nossas vidas. Haviam outras, mas a nossa foi a Enterprise. Fizemos a reserva de um Kia Rio, mas nos ofereceram um upgrade sem custo adicional e saímos com um Nissan Sentra, quase zero quilômetro. Cheiro de novo ainda pairava no interior do veículo. Pediram apenas passaportes e nossas carteiras de habilitação do Brasil.

Instalei nosso GPS, indicamos o endereço de Linda e pegamos estrada para Morden.

Ainda não sabe porque escolhemos Morden? Leia aqui.

About the Author:

Sou Tatiana Santos, 41 anos. Tenho paixão por tecnologia, animais e a língua inglesa. Quero usar esse blog para compartilhar com você nosso Plano Canadá! Dúvidas, deixe seu comentário ou mande um email.